quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

O outro lado da maldade...

Maldade, uma palavrinha pequena e forte não é mesmo?

Existem várias formas de praticar a maldade, vamos citar algumas, as mais corriqueiras ok?

Pessoas geralmente más gostam de se fazerem de vítima para incriminar as suas presas, isto é um fato, quem nunca conheceu alguém assim desta estirpe? Elas são gentis, educadas, “amigas” e nos pregam peças horríveis quando menos esperamos... E olha que estas peças são realmente assustadoras!

É comum acontecer este tipo de coisa, às vezes por insegurança de uma das partes, ou, de ambas... Por que não? A insegurança é a causadora da maioria dos desentendimentos, isso quando a índole da pessoa em questão não significa nada.
Outra característica comum entre estes seres é que se hoje tudo está bem, está legal, no dia seguinte tudo pode acontecer... Saia de baixo rs...

Cara amarrada também é um sintoma, aliás, um dos mais básicos.

Outro sintoma que é infalível não notar: as indiscutíveis indiretas... Sim! Agora eu te pergunto: por que cargas d’água as pessoas lançam indiretas? Não é muita infantilidade da parte das mesmas? Quando eu tenho que dizer algo a alguém, uso o canal mais prático... Tete a tete rs... Sabe, cara a cara, assim você fala o que incomoda, a outra parte se justifica, vocês se acertam e pronto, tudo resolvido...

Agora já sabe quando vir qualquer um destes sintomas pule fora do barco antes que você afunde juntamente com ele ok?
Boa sorte...