segunda-feira, 3 de outubro de 2016

O Orfanato da Srta Peregrine para Crianças Peculiares - Ransom Riggs


Não são apenas crianças peculiares, diferentes das demais com poderes até então desconhecidos da maioria, são crianças normais com um toque especial de magia.

Riggs nos trouxe uma história memorável. Você já imaginou uma narrativa que começou apenas com fotografias antigas?

O livro nada mais é do que uma compilação de fotografias antigas de colecionadores que gastaram parte de seu tempo buscando preciosidades em lixos e feiras de antiguidades.  Algumas fotos tiveram um leve tratamento, mas nenhuma foi modificada.

O interessante deste livro é que Ransom olhando para estas fotos criou uma narrativa fantástica, composta de seres extraordinários que sempre permearam a nossa mente, quem nunca se imaginou ou imaginou uma pessoa totalmente invisível? Uma que flutuasse? Outra que formasse bolas de fogo na palma das mãos? Estas e outras peculiaridades torna este grupo seleto não apenas apaixonante, mas também real.

Histórias com viagens através do tempo, são pratos cheios para nossa imaginação fértil!

No Orfanato da Srta Peregrine acontece de tudo, mas no dia seguinte... É o mesmo dia com acontecimentos diferentes. Estamos nos idos de 1940, início da guerra, bombas voando por sobre as casas, explodindo pelo céu e destruindo escolas, hospitais e vilas inteiras...

Alma LeFay Peregrine, a Ave é uma ymbryne e a diretora responsável pelas crianças que os pais geralmente abandonam quando descobrem que são diferentes, sua peculiaridade é manipular o tempo.  Muitas destas pessoas e crianças peculiares em tempos remotos trabalharam em circos mostrando suas habilidades em troca de um teto protetor sobre suas cabeças, mas depois que as ymbrynes resolveram criar suas fendas de tempo tudo mudou.  As crianças passaram a viver em segurança, longe dos acólitos e dos etéreos e puderam ter uma vida tranquila como qualquer criança, brincando, fazendo suas tarefas e reiniciando todos os dias a sua fenda de tempo.

Abe é o avô de Jake Portman que acaba sofrendo um acidente na floresta causando sua morte, mas algo de muito estranho por entre as árvores não deixa dúvidas de que aquilo fora proposital.

Todos pensam que Jake enlouqueceu porque vive dizendo que avistou um ser monstruoso na floresta quando seu avô morreu em seus braços, causando um desconforto para sua família que o leva ao Dr. Golan para um tratamento intensivo e é lá no consultório que ele descobre que mentir é sua chave para a liberdade.

Por recomendações médicas ele resolve visitar uma distante e misteriosa ilha no País de Gales de nome Cairnholm, onde seu avô passou parte da vida antes de sair de lá para lutar na guerra. Jake lembrou-se de que seu avô contava histórias fantásticas sobre as crianças que moravam nesta ilha e de que ele era amigo. Ele costumava mostrar fotos para Jake e contar sobre cada uma com minúcia de detalhes, para Jacob era algo realmente verossímil até ele brigar com o avô e achar que tudo não passava de anedotas, mas que no final de tudo mostraram não ser apenas histórias de faz de conta...

O Orfanato da Srta Peregrine é uma história envolvente que mistura ficção com fotografias e que mescla pitadas de estranheza, mistério e toques sombrios na medida certa.

Riggs acertou em cheio ao criar esta narrativa tão acolhedora e espetacular sendo que foi eleita uma das 100 obras mais importantes de literatura jovem de todos os tempos, inclusive sendo traduzido para mais de 40 idiomas...

Hoje assisto o filme que chegou aos cinemas na semana passada dirigido é claro por Tim Burton.

Doidos para conhecerem as crianças peculiares da srta Peregrine? Recomendo que mergulhem de cabeça na narrativa ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estou ansiosa por saber sua opinião!!!