sexta-feira, 24 de março de 2017

Entre a mente e o coração - Lycia Barros



“Tentar esquecê-la seria como me pedir para parar de respirar. Eu sabia disso na boca do meu estômago, sabia disso na rachadura do meu coração, sabia disso da ponta do cabelo até a planta dos pés. Eu ainda a queria. Eu ainda a amava. Se pudesse, eu lhe daria o meu sangue”.


Confesso que não gosto muito de duologias e trilogias. Quando acaba o primeiro volume, você espera na maioria das vezes um tempo razoável até sair o próximo e isto me deixa agoniada demais, então, prefiro ler continuações já lançadas, depois de todos já terem lido e foi o que fiz com a Lycia. Acabei conhecendo os livros dela em um grupo no face de uma outra escritora que eu também amo, a Robin e como as garotas falavam muito da Lycia li o primeiro desta trilogia Despertar em digital e fiquei apaixonada, então, entrei no site da autora e comprei a trilogia em uma excelente promoção.

Confesso que enrolei um pouco para ler o segundo, eu ainda estava na torcida para a volta da mocinha com o nosso loiro bronzeado gato, mas no fundo no fundo, eu sabia que a Angelina não o amava mais.

Neste segundo livro encontramos um Alderico triste, tentando se encontrar e lutando contra uma vida que agora para ele não fazia mais sentido. Ele está deixando Amália, sua ex definitivamente, está frequentado cultos com o Dante e está vivendo do seu próprio sustento, nada de mulheres, noitadas e alunas da faculdade.

No começo tudo é muito difícil, mas com a ajuda de Dante e de Deus sua vida começa a tomar um novo rumo.

É exatamente em um casamento, no qual ele leva o maior fora de sua vida que ele conhece Ana, apesar de já tê-la visto antes, quando fazia cultos para os jovens na faculdade. Conversaram bastante e ele encontrou nela algo que estava perdido dentro dele. Ele encontrou segurança, confiança, alívio, companheirismo e amizade. Ana era forte, possuía uma fé inabalável, sabia falar a coisa certa na hora certa e era linda.

Ana era missionária, sua vida era viajar para todo o lado levando conforto para os corações angustiados. Era um refrigério conversar com ela, de tudo ela tirava uma lição de vida. Era grata por tudo, desde um banho de chuveiro quente até uma manta em um dia frio.

Rico se apaixona perdidamente por Ana, agora ele é uma nova criatura, é um filho de Deus e tenta fazer tudo de acordo com os ensinamentos da Bíblia, até estudo bíblico em sua casa ele começou a fazer, mas a única tristeza que ele não consegue vencer sãos as barreiras que Ana criou para si. São intransponíveis, duras, mas aos poucos ele consegue penetrar nesta fortaleza.

Ana fica sem forças. O amor que ela nutre por Rico é maior e mais intenso do que qualquer coisa que ela já tenha vivenciado. É algo realmente mágico, mas infelizmente um fato obscuro de seu passado insiste em martelar em sua consciência afastando-a dele.

O que será de tão grave que a princípio impede este amor tão puro e crescente?

Rico luta contra tudo e todos, ele está disposto a conseguir Ana apenas para si, mas será que ele está preparado para a surpreendente notícia que poderá mudar a sua vida para sempre?

Um livro simplesmente incrível, cheio de detalhes e com uma reviravolta que nem em sonho passou por minha cabeça. Imaginei mil coisas para o distanciamento de Ana, mas nunca me passou pela cabeça o segredo que ela carregava.

Uma história linda de amor, fé e superação. Uma história que nos mostra o quanto somos preconceituosos, bem não seria esta a palavra certa e sim despreparados, nos falta informação... Seria tudo tão mais simples se as pessoas fossem verdadeiramente compreensivas e tementes a Deus.

Entre a mente e o coração é simplesmente maravilhoso e adivinhem... Isso mesmo começando o terceiro e último livro da trilogia agora.

Se eu recomendo??? SIM!!!